Equipe dos sonhos - Como encontrar e contratar talentos

Equipe dos sonhos – Como encontrar e contratar talentos

Equipe dos sonhos: como encontrar e contratar talentos

Encontrar e contratar gente talentosa é um diferencial capaz de potencializar os resultados do negócio e aumentar a satisfação dos clientes finais. Para tanto, é preciso entender como construir a equipe dos sonhos na sua empresa.

Essa construção começa na seleção, deve-se atrair e selecionar os profissionais certos. Nesse momento, técnicas como marca empregadora e fit cultural ganham destaque.

Todavia, não pense é uma tarefa fácil. Um recente levantamento coloca o Brasil entre os 5 piores países do mundo para contratar mão de obra qualificada. Logo, é necessário ter uma boa estratégia. Continue a leitura e descubra como cariar a equipe dos sonhos!

Construa uma marca empregadora

Se ainda não conhece o termo “Marca Empregadora” (do inglês Employer Branding), está perdendo uma das estratégias mais eficazes para atrair e reter talentos.

Grosso modo: consiste na construção de uma marca com foco nos profissionais, objetivando atraí-los à empresa. Desse modo, o negócio passa a ser um grande ímã de gente competente, entusiasmada e acima da média.

Na construção dessa marca, uma das etapas mais importantes é a elaboração de um propósito — isto é: definir um sentido para o trabalho, algo que vá além do lucro.

Uma recente pesquisa da PwC afirma que os profissionais são 2,3 vezes mais propensos a ficar em uma empresa quando possuem uma forte conexão com o propósito. No caso da geração Y, essa proporção sobe para 5,3 vezes. Então estabeleça um propósito!

Use os atuais colaboradores como promotores

Ainda no intuito de atrair gente talentosa, aproveite os atuais colaboradores como promotores da sua marca empregadora. Mostre como eles são felizes, possuem oportunidade de crescimento e aprendizado ao longo do expediente.

Há diversas maneiras de fazer isso. É possível divulgar fotos da equipe nas redes sociais, gravar vídeos em datas comemorativas, contar a história de crescimento de alguns trabalhadores ou, ainda, pedir para que contem suas experiências em posts.

Quando os atuais profissionais estão felizes e entusiasmados, passam a atuar como promotores da marca e falar bem da empresa para seus amigos e familiares. Essa é uma das formas mais eficazes para atrair outros profissionais talentosos.

Recrute em plataformas digitais

O recrutamento é um processo de chamada, no qual se anuncia a vaga em aberto e convoca profissionais competentes para fazer parte da empresa. Existem, no entanto, algumas dicas para ter um bom desempenho nessa atividade.

Primeiramente, é importante usar as ferramentas digitais, como: página de carreira, sites de emprego e redes sociais para anunciar a vaga em aberto. Desse modo, é possível ter um elevado engajamento do público desejado e fomentar o processo seletivo.

Para cargos mais específicos, por exemplo, desenvolvedores ou marqueteiros, é indicado que se utilize páginas de emprego de nicho. Elas servem para ofertar vagas a um público mais específico e arquitetar um relacionamento próximo.

Execute a triagem inicial dos currículos

Se as primeiras etapas foram bem aplicadas, é provável que receba muitos currículos para análise. O problema é que nem todos estão adequados ao cargo, então é preciso fazer a triagem e manter somente os que possuem as competências desejadas.

Para tanto, com antecedência, é preciso fazer uma lista dos conhecimentos, habilidades e atitudes desejados no futuro funcionário. Entenda melhor:

  • conhecimento — saber teórico (ex.: formação acadêmica);
  • habilidade — saber prático (ex.: comunicação ou negociação);
  • atitude — ações diárias (ex.: honestidade ou pontualidade).

Essa lista vai determinar os profissionais que vão seguir para a próxima etapa, assim como aqueles que serão eliminados. Então é preciso fazê-la com atenção e em parceria com o gerente ou supervisor imediato do cargo disponível.

Realize entrevistas semi-estruturadas com os talentos

A entrevista é uma das etapas mais importantes. Nela, é possível ficar frente a frente com o candidato, eliminar qualquer dúvida e avaliar se ele possui competência para fazer parte do time. Por essa razão, é preciso dar uma atenção extra à entrevista.

Existem três principais modelos de entrevista:

  • a estruturada, onde as perguntas são previamente estabelecidas;
  • a livre, na qual o gestor não segue um nenhum roteiro. É livre;
  • a semi-estruturada, um mix dos dois primeiros modelos.

O ideal é que o gestor opte pela entrevista semi-estruturada. É preciso começar com perguntas previamente estabelecidas, garantindo, assim, a isonomia entre os candidatos. Em seguida, deixar um tempo livre para eliminar dúvidas mais específicas.

Ao longo da entrevista, é importante construir um clima agradável e deixar o candidato à vontade para mostrar quem realmente é. Desse modo, é possível fazer melhores escolhas e obter ótimos resultados nesta etapa da seleção.

Selecione com base no Fit Cultural

Até então, muito se falou sobre as competências — conhecimentos, habilidades e atitudes — necessárias para que um candidato ocupe o cargo. Contudo, é necessário que o gestor leve outro item em consideração: o chamado fit cultural.

O fit cultural refere-se ao alinhamento entre os valores do candidato e aqueles disseminados pela própria empresa. Quando ele existe, há uma aderência muito maior e é possível que o talento permaneça por vários anos no empreendimento.

Imagine um profissional inovador em uma empresa burocrática (ou vice-versa), é provável que essa “união” não dê certo. É preciso que o candidato compartilhe dos valores e abrace a cultura da firma; caso contrário, não é uma boa contratação.

Realize o processo de integração ao time

Após aplicar as etapas citadas, é o momento de integrar o profissional selecionado à empresa e ao time de trabalho — processo chamado de Onboarding. Assim, ele se sentirá parte do time e poderá apresentar um melhor desempenho.

Integrar um profissional significa fazer com que ele se sinta parte do time, vista a “camisa” da empresa e comprometa-se com os valores da organização.

Há diversas maneiras pelas quais isso pode ser feito, é importante: apresentar a nova equipe de trabalho e seus principais líderes, a missão-visão-valores do negócio, as instalações e políticas da firma. No final, todo a empresa será beneficiada.

Como se pode observar, construir a equipe dos sonhos envolve diversas tarefas diferentes. É preciso criar uma marca empregadora, recrutar gente qualificada, selecionar os melhores e contratar aquele que possui valores iguais aos da empresa.

Essas são as principais dicas para atrair e selecionar talentos, gostou? Então aproveite para continuar aprendendo. Leia nosso artigo “Liderança de Equipes: 8 dicas para atingir o sucesso”.